Arquivo de setembro, 2009

Sutileza que diz tudo!

Publicado: 29/09/2009 por Christine em Publicidade e Propaganda
Tags:,

Propaganda Post It

Precisa dizer algo mais?

Desabafo de Estudante

Publicado: 29/09/2009 por Christine em Humor
Tags:, , ,

Ria à vontade com essa charge do Charges.com.br

Link: Muita Injustiça

Aparentemente esse número de ilusionismo é indecifrávell. Mas nada que o incansável Mister M (estraga prazeres para alguns) não possa desvendar.

Veja acima o número de mágica e logo abaixo confira como ela é feita. Eu particularmente achei muito bem bolado.

O Photoshop nas mãos de hábeis designers é capaz de fazer o que vemos no video. Transforma pessoas, suavizando a pele, removendo linhas de expressão e imperfeições. Entretanto, há que se analisar quais são os limites e até que ponto a imagem deve ser manipulada.

Penso que essa ferramenta deve ser usada apenas para realçar a beleza e propiciar um padrão profissional para os trabalhos publicitários. Mudar o rosto, cabelos e feições de uma pessoa e transformá-la em outra totalmente diferente, faz com que as pessoas almejem algo que é inalcançável e idealizem uma beleza que não existe.

Confira o video e tire suas próprias conclusões.

Por que “a curiosidade matou o gato”?

Publicado: 24/09/2009 por Christine em Curiosidades
Tags:, ,

Gato.preto

Esse ditado tão conhecido se originou na Europa, durante a Idade Média. Nessa época as pessoas pensavam que os gatos, principalmente os de cor preta, traziam má sorte. Por isso eles criavam armadilhas, usando iscas para chamar a atenção desses animais. O gato por ser bastante curioso, se sentia atraído por esses chamarizes que despertavam sua atenção, o que fazia com que ele caísse na armadilha, levando-o à morte. Nessa mesma época alguns líderes, representantes da Igreja, usavam o exemplo do “gato curioso” para fazer uma analogia com as pessoas que demonstravam curiosidade em aprender mais sobre a Bíblia. Os fiéis não tinham acesso à palavra de Deus e por isso, muitos versículos e dizeres foram deturpados.